terça-feira, junho 26, 2007

Habib's

Eshallah! Heshalah! Inshalah! Hashashashalah!

Vinda do oriente, a sensualidade da odaliscas sempre foi destaque nos melhores restaurantes Árabes. Enquanto você aprecia seu malfufo de folha de uva e manda um babaganush com pão sírio pra dentro, em meio à almofadas de cetim e narguillés, elas aparecem. As dançarinas do ventre. Os homens se encantam e as mulheres se enchem de inveja. Tudo o que você quer é arremessar a tigela de coalhada seca na cabeça da vadia rebolante e enfiar a kafta no traseiro do seu bofe? Esquece amor. Entre nessa onda também. Aprenda os segredos da sensualidade das arábias, use a Shreazade que há em você! Garanto que vale mais de mil camelos! Inspire-se nos modelóns:

Quanta riqueza, quantas jóias, quanto pano, quanta banha! É só fartura minha gente! O que é esta jóia no meio da cabeça? São rubis? Contas de acrílico? Balinhas de goma? Pelo formato de quibe que a moça tem, aposto nas balinhas de goma, sabor morango.

Brilhe, brilhe como o sol do deserto, como o mais puro ouro! Uma miragem! Um Oásis de prazer! Aconchegue-se nesta fartura dourada. E o corselet? Cinturinha provocante. O sorriso no rosto é importante. Alegria, esta tenda é toda sua. Sim, com a quantidade de cetim amarelo deste vestido, se começar uma tempestade de areia, você usa o modelón para montar um acampamento que abriga, confortavelmente, cerca de 400 beduínos e 100 cavalos.

No Marrocos, dizem, tudo pode ser pechinchado. Tudo o que você quiser pode ser trocado por outra coisa. Uma jóia, você troca por um tapete. Um vaso de prata, troque pelo seu conjunto de pratos. Esta tia? Troque por uma caixinha de fósforos queimados.

Quando olho para esta encantadora odalisca penso... AMARELO. AMARELO! AMAREEELOOOOO! E a tanga por cima da saia? É tendência? Mais de 400 metros quadrados de cetim amarelo ovo e uma tanga vermelha assim, eu nunca tinha visualizado isso. Meus olhos agora estão bravos comigo e recusam-se a olhar pra tela do computador de novo. Vou ser obrigada a reiniciar a máquina.

E aí está, o homem, o cigano Hégor. A faixa na cabeça, a calça branca, a cinta, um verdadeiro Gipsy King. E não podemos deixar de ressaltar as maravilhosas ciganas com ele. Hégor é só sorriso, vai se dar bem, vai ganhar esfiha! Todo mundo coberto de cetim. A maior concentração de cetim do planeta Terra.

Marcadores: ,

1 Comentários:

Às 8:27 PM , Anonymous roberta disse...

Nossa, mas de onde surgiu isso? Não, não, não. Dança do ventre é bem mais bacana. Credo. Se quiser, dê uma olhada em modelitos mais interessantes (http://yallah.multiply.com/photos/album/25).
Porque coitada da dança... ela não tem culpa da cafonice generalizada de suas praticantes...
Parabéns pelo blog! Ótimo!

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial